Pages

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Experiência Profissional










O golfe é um esporte empolgante, que exige força, precisão e frieza. Desafia constantemente os jogadores.
Utiliza-se um taco para acertar a bola em um pequeno buraco no menor número possível de tacadas. Uma partida de golfe é jogada em um percurso de 18 buracos. Cada buraco testa o jogador e suas habilidades distintas.

Nós professores devemos ter discernimento para diferenciar os vários tipos de alunos que nos procuram, a fim de aprender métodos, técnicas e truques para evoluir em seu jogo.
Os alunos têm os perfis mais variados possíveis:

O ouvinte é aquele que precisa ouvir muito durante a sessão de treinos, para que possa atingir o ponto esperado.

O visual é aquele que precisa de muitas demonstrações para que possa atingir o ponto que esperamos.

Há ainda o teórico, que requer o suporte máximo em material para pesquisa e assim atingir sua meta.

E há ainda o cinestésico, ou aquele que precisa ser tocado para que consiga assimilar as técnicas que lhe estão sendo ministradas e aplica-las com eficiência.
Há outros fatores que devem ser levados em consideração na hora de prescrevermos as atividades aos alunos, quais sejam:

Biótipo: uma pessoa com sobrepeso é totalmente diferente de uma pessoa alta e magra.
Faixa etária: com crianças ensino deve ser na forma lúdica.
Gênero: homens e mulheres apresentam diferentes desenvolvimentos físicos e formas corporais.
Todos estes fatores, quando levados em consideração, ajudarão de forma significativa no aprimoramento técnico do aluno.

Quando se trata de alunos de alto rendimento, uma grande aliada dos professores é a tecnologia. Podemos utilizar aplicativos, softwares, câmeras de alta velocidade, etc., buscando uma melhor análise do rendimento do golfista, e traçando, de forma mais eficiente, estratégias para trabalhar o ponto correto a ser corrigido.



Julio Azevedo

Head golf Pro
Santa mônica Clube de Campo

Experiencia de 20 anos na área de golf instrução.

quinta-feira, 24 de março de 2016

Regras



Os jogos como futebol, rugby, basquetebol, tênis, etc., têm sempre um árbitro, cuja missão é assinalar as infrações às regras do jogo cometidas pelos jogadores e aplicar as penalidades correspondentes. No golfe não é assim. Na maioria dos jogos de disputados não existem árbitros, sendo o jogador árbitro de si próprio. O jogador sempre que cometer uma infração às regras deve informar, a ocorrência, ao jogador marcador dos seus resultados, para que este registre no seu cartão a penalidade correspondente. Assim, o jogador que incorra em infração não necessita esperar que o seu marcador ou qualquer outro adversário lhe assinale a infração cometida, até porque estes, podem nem sequer ter notado o fato.

É esta a essência do golfe em que o "fair play" é a sua espinha dorsal, não dando lugar, consequentemente, a disputas conflituosas como em outros esportes.

Julio Azevedo

terça-feira, 25 de agosto de 2015

BOAS MANEIRAS











Exemplos


Não usar as bolas de práticas ( Range) no campo de jogo.

Respeitar os grupos mais rápidos, dando passagem.

Rastelando os Bunkers e repondo Divots.

Arrumar Piques de Bolas no Greens.


Iniciantes:

Só jogar no campo após ter o conhecimento mínimo de Regras

e Etiquetas o qual só se adquire com aulas.

Golfistas

Antes de convidar um iniciante a praticar no campo de Golfe, verificar junto aos

profissionais  se o iniciante está apto a prática de jogo no campo.

Obs: Qualquer esporte tem suas Regras e normas.

O Golfe também é regido de regras e normas.

Profissional: Julio Azevedo

sábado, 8 de agosto de 2015

Clinica de golfe semana da Cipa com colaboradores do clube




domingo, 15 de fevereiro de 2015

Curriculo Profissional












Histórico Professor de Golfe

Membro ABPG desde 97
Participante de dezenas de clinicas de aperfeiçoamento profissional na PGABRASIl gestão Luiz Martins
Especialização nos USA período de Março a Setembro 2000 Glenmoor Country club.
Participante 1° congresso internacional de golfe Foz do Iguaçu-PR
Participante de Palestras com Tonny Bennet no Lago Azul golf Clube 02
Curso de regras de golfe realizado pela FPCG- 06
Participante do curso de regras realizado pela 1° no Brasil Hotel Transamerica SP
Clinicas de regras e etiqueta nos clubes SMCC e CC.
Palestras sobre golfe na disciplina de aprendizagem e controle motor curso de mestrado UFPR Coordenador Técnico da Federação Paranaense de Catarinense de Golfe Gestão Arata Hara
Árbitro Aberto LGC 08
Árbitro Aberto Aguativa golf & Resort 08
Árbitro Aberto Maringá 08
Árbitro Aberto Cidade de Curitiba 08
Árbitro 25 anos da FPCG 08
Intercâmbio juvenil Brasil Argentina 08
Criação de blog especializado em dicas de Golfe
Clinicas de regras de golfe Costão Golf & Resort 09
Integrante na organização dos minitour começando pelo PR
Palestras em varias escolas públicas para crianças sobre o esporte Golfe
Visita a IMG Golf Academies usa Junto com as Federações e CBG
Coordenador na Parte técnica no Aberto do Brasil 2010 realizado no Alphaville PR
Olimpíadas escolares 2011 João Pessoa e Curitiba realizados pela CBG
Participação no Re-design do campo e implantação de novos buracos no SMCC
Design de novos Greens no Las Palmas Country Club PR
Head Pro e Auxilio na equipe de manutenção do Clube Santa Mônica desde 1996
Palestras para capacitação de aproximadamente 200 professores da rede pública estadual área norte projeto golfe para a vida.(Projeto em andamento no Smcc)
Olimpíadas escolares 2012 Cuiabá-MT
Participante do mini tour .mtpg.com.br
Participante do CBG PROTOURcbg.com.br
Participação em pelo menos uma dezena de eventos anuais

Nomes das suas tacadas de golfe

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Aquecimento

Antes de jogar, é aconselhável alongar os músculos, para minimizar as chances de você se machucar e de errar as tacadas. Os profissionais se preparam para o jogo fazendo um bom aquecimento. Isso inclui alongamentos antes e depois de sair de casa. Eles se aquecem no driving range durante uma hora e depois fazem putts e chips durante cerca de 30 minutos. Aí vão algumas dicas para aquecimento: 
1) Coloque um taco atrás das costas e prenda a haste com os braços na altura dos cotovelos; 
2) Flexione o corpo fazendo os ombros girarem completamente; 
3) movimente os pés e as pernas como se estivessem batendo na bola; 
4) Agora segure o taco com as mãos e abaixe-o por trás das costas até embaixo da cintura. Com as mãos o mais afastadas possível, levante o taco mantendo os braços retos; 
5) Faça algumas rotações com o ombro e você sentirá que seu torso se alongará, especialmente a parte superior das costas e ombros; 
6) Mantenha os pés móveis e alongue a barriga da perna e as coxas, mas não force seus músculos nem os alongue violentamente.

Fonte: Golfe.tur.br